14/11/19

Você já inovou hoje?

UMA FACE DIFERENTE DA INOVAÇÃO

Você já reparou que há empresas com ideias que simplesmente revolucionaram o mercado? Que há empresas com propostas que revolucionaram não apenas o nicho de mercado em que elas atuam mas também a maneira como a sociedade executa atividades diárias e os seus hábitos de consumo?

Exemplos bem recentes destas empresas são a Netflix e a Uber. Por mais que no passado houvesse como realizar o que as propostas destas empresas descrevem, a sua presença no mercado alterou completamente o modo como estas atividades são vistas.

Os casos Netflix e Uber

Há cerca de catorze anos atrás, as pessoas iam a locadoras de filmes nos finais de semana (porque o aluguel do filme durava mais tempo se ele fosse retirado na sexta) a fim de ter algum conteúdo para assistir em sua casa, como uma opção a frequentar o cinema e ao que estava programado para passar na TV. Hoje em dia, locadoras são artigos praticamente extintos e que provavelmente as próximas gerações nem tenham contato com uma. O modo de reprodução de mídias por streaming que a Netflix, uma grande pioneira e gigante da indústria nesta área, ajudou a popularizar no mercado transformou a maneira como as pessoas programam os seus finais de semana e consomem conteúdo.

A Uber também tem uma pegada parecida com esta. Há um tempo atrás, na falta de um veículo próprio, as opções consideradas quando se ia sair de casa em uma cidade grande eram basicamente o transporte público, o táxi e sair a pé. Com o advindo de veículos por demanda e uma universalização cada vez maior ao acesso destes serviços, esta opção se tornou a preferida de boa parcela das pessoas, e não só em atividades não rotineiras, como também nas atividades mais corriqueiras possíveis.

Agora você provavelmente está se perguntando se o intuito deste artigo é te empoderar a ter uma ideia muito criativa e que revolucione o mercado em que você atua… A RESPOSTA É NÃO! Ao menos não necessariamente.

Outro aspecto da inovação

A inovação costuma ser vista como uma coisa que nunca havia sido vista anteriormente e que alguém teve a brilhante ideia de desenvolver do zero. Mas, pra ser sincero com você, este é um dos jeitos mais raros e difíceis de se criar algo. A GRAAANDE parte das inovações e soluções novas que aparecem no mercado vêm de ideais que já existiram ou foram pensadas em algum momento e que alguém decidiu botar a mão na massa para executá-la e aperfeiçoá-la. 

Os próprios exemplos da Netflix e da Uber mostram isso. Antes do nome Netflix ter a proporção que tem hoje e praticamente deixar de necessitar de explicações sobre seu funcionamento, ele foi constantemente referenciado como uma locadora online, em que se pagava uma mensalidade e não o aluguel por cada filme. A Uber já vivenciou grandes conflitos com serviços como táxis, uma vez que eles ofertam serviços bem similares e que atingiam públicos parecidos no começo da jornada da Uber.

O objetivo deste post é te mostrar que a inovação e a revolução podem partir até mesmo de algo que você já faz e já executa atualmente! E, mais surpreendentemente ainda, ela não necessariamente tem que ser em um produto ou serviço!

O termo World Class

Há inúmeras empresas que são extremamente reconhecidas pela excelência de algum dos aspectos do seu serviço e que nem mesmo por isso elas tem um serviço completamente novo. O termo World Class se refere justamente a isso. Uma empresa que é World Class em determinada área, assunto ou serviço é conhecida por ter excelência naquele aspecto, mesmo que às vezes outros aspectos daquela mesma empresa não o acompanhem.

Um exemplo disso é a empresa americana FedEx, uma empresa de remessa expressa de correspondência, documentos e objetos. Ela comumente aparece em vários filmes e séries de TV e é reconhecida mundialmente por ser um dos serviços de logística mais rápidos de todo o mundo.

Que este exemplo te empolgue a utilizar toda a sua habilidade de inovar para também ser World Class! A inovação pode ser aplicada a qualquer tipo de negócios, como por exemplo: 

- Se você tem uma padaria, pode criar um plano de assinatura mensal com seus clientes, no qual diariamente uma remessa fixa de pães, sucos, bolos, entre outros produtos, seja enviada especialmente a eles, garantindo que eles terão seus produtos diariamente. É bom pro seu cliente, que garante diariamente sua compra, é bom pra você, que garante a venda de pães do mês todo, e isso é exponencial. =) E pode servir para quase todo comércio... 

- Se você possui uma empresa de materiais de construção, pode criar um sistema no qual quem comprar desde os materiais para o processo de fundação e infraestrutura, como areia, brita e cimento, até materiais de acabamento, como azulejos e tinta, pode receber uma consultoria que ajude a pessoa a dar entrada nos documentos junto à prefeitura para a obtenção do habite-se. 

- Se você tem um serviço, pode criar um programa de fidelidade que estimule as pessoas a comprarem mais serviços e com isso ganharem algum bônus, prêmio, serviço extra… Um exemplo disso é que se você tem uma produtora de eventos, pode criar uma rede de clientes mais frequentes que ganhem brindes como copos, camisas, óculos (o que ajudaria inclusive a promover mais os seus eventos e o seu nome), que ganhem ingressos para determinados eventos ou que ganhem um lote promocional exclusivo em determinada festa. E isto pode ser aplicado a diversas prestações de serviço.

A inovação pode ser encontrada em todos os lugares, onde está a sua?

Fonte: #CSC
Compartilhe: