19/02/20

Saiba como escrever uma história incrível!

Este mês de fevereiro terá um teor especial aqui nos artigos semanais que você recebe. Nós iremos tratar de um assunto que está completamente alinhado com a evolução do mercado e que pode te ajudar a potencializar muito o seu negócio sem gastar nem um centavo com investimentos financeiros. Eu estou falando do poder da comunicação!

A nossa programação aqui vai englobar a importância de realizar um bom atendimento aos seus clientes e duas técnicas de comunicação que visam te ajudar a transmitir melhor as suas mensagens e desenvolver as suas vendas de maneira efetiva e baseada em como você está apresentando os seus serviços e produtos! O nosso cronograma é o seguinte:

  • A maior demanda do cliente do século XXI
  • A velha arte de contar histórias (Parte I)
  • A velha arte de contar histórias (Parte II)
  • Comece pelo porquê

A velha arte de contar histórias (Parte II)

Na semana passada, o assunto sobre Storytelling foi introduzido, trazendo diversos benefícios e curiosidades acerca da utilização deste mecanismo de comunicação para gerar e agregar valor nos seus discursos e a forma como isso pode impactar a venda de seus produtos e serviços. Nesta semana, a continuação deste assunto busca trazer dicas práticas para que ele possa ser aplicado e para que você comece a ver as diferenças no seu dia-a-dia que esta técnica pode proporcionar.

Dicas incríveis de como utilizar o Storytelling!

1 - Conheça sua audiência

É importante que o conhecimento sobre o seu público vá além de aspectos gerais como gênero, idade e cidade de origem. Saber quais sãos seus hábitos de consumo, onde as pessoas buscam informações, quais problemas elas enfrentam e como seu produto pode ajudá-los a resolvê-los te ajuda a direcionar melhor os seus conteúdos e fazer com que as pessoas atingidas por eles se vejam completamente dentro da narrativa utilizada, melhorando o engajamento. 

2 - Tenha um objetivo mensurável

Definir um objetivo mensurável fará com que você acompanhe mais de perto a eficácia que o Storytelling está gerando em leads ou em vendas para o seu negócio. O uso da Metodologia OKR é uma boa dica para acompanhar a estruturação e mensuração destes objetivos.

3 - Busque informações em diferentes fontes

Para falar sobre um assunto, é importante que você busque de variadas fontes e absorva vários conteúdos diferentes. A ideia é gerar vários inputs dentro da sua cabeça para que o output que saia seja o mais bem desenvolvido possível.

4 - Crie títulos chamativos

Quando utilizamos títulos criativos, a chance de um leitor se interessar pelo texto e se dedicar a lê-lo é bem maior. Na internet, 79% dos usuários só passam os olhos pelos textos que veem ao invés de ler palavra por palavra, daí surge a importância de criar um título que prenda a atenção logo de cara, despertando interesse naquele usuário em realizar a leitura completa. Lembre-se também de caprichar no texto, para que não haja uma quebra de expectativas da passagem do título para o corpo do texto.

5 - Utilize dados para embasar seu discurso

Por mais que o cérebro humano tenha mais facilidade em se envolver em uma narrativa que na demonstração de dados, é possível conectar estas duas técnicas para que a sua história gere mais confiança e envolva os compradores, aliando os benefícios das duas técnicas.

6 - Conte sua história em etapas

Para que o ouvinte fique engajado ao longo de todo o processo da história, é importante dividir a sua narrativa em início, meio e fim. Ela necessita ter uma introdução, um desenvolvimento e um momento de call to action, que é aquele momento em que você engaja o leitor a tomar alguma atitude a partir do que ele leu. 

7 - Entregue conteúdos únicos e de qualidade

A produção de conteúdos únicos e de qualidade fazem com que os compradores se engajem mais no que você produz e na sua identidade e, por mais que ele não realize uma compra naquele momento, ele avança na jornada do comprador e deixa de ser apenas um visitante, se tornando fã da sua marca.

8 - Priorize a autenticidade

A utilização de uma história falsa gera um sentimento menor no cliente de identificação com aquilo que está sendo contado a ele. Quando uma história é contada sob o ponto de vista de quem a viveu, é mais fácil se relacionar com ela e ela é percebida como mais autêntica.

9 - Pense nas características de seus canais

As redes sociais também possuem perfis diferentes entre si e nem sempre a comunicação que é utilizada em uma tem a mesma eficácia em outra rede. Por isso, é importante que a criação das histórias a serem contadas englobem este fator e que a história seja adequada àquela rede social que você visa como sua plataforma.

10 - A melhor história é a sua

A produção de uma história não precisa ser arquitetada como a produção de um grande filme. A melhor fonte de inspiração que você poderá ter é a sua própria história. Então comece pelas ideias que te ajudaram a criar o seu produto ou serviço e, a partir daí, vá construindo a narrativa de como tudo tomou forma e as coisas aconteceram.


Dicas extra!

Por fim, aqui estão algumas dicas de como utilizar o Storytelling de uma maneira mais efetiva, para que os frutos gerados sejam os melhores possíveis.

O que é interessante para você, nem sempre é interessante para o público

Lembre-se que o contato frequente com algum assunto nos faz perder a sensibilidade sobre o quanto as pessoas externas conhecem sobre aquilo. É muito importante ter este mindset e organizar os seus discursos sempre pensando em quem irá receber a mensagem.

Reescreva a história mais de uma vez

A primeira versão de uma história nunca será a melhor versão desta história. Este artigo aqui mesmo, foi reescrito e revisado diversas vezes. A ideia é ir aprimorando tanto o seu texto quanto as conexões que estão presentes nele e a estrutura que ele forma.

Coloque suas histórias no papel

Anote tudo o que vem à sua mente! Muitas vezes são de simples insights que vem grandes ideias revolucionárias. Então tenha sempre tenha um bloquinho e uma caneta com você, para registrar as suas ideias e ter uma visão mais ampla e bem construída dela.


Conclusão

Então é isso, pessoal! Estes últimos dois artigos tiveram o intuito de te introduzir sobre o que é o Storytelling, como ele pode beneficiar os seu negócio e como ele é constituído. Além disso, tiveram várias dicas práticas sobre como empregar esta técnica na prática e como ela pode ser melhor desenvolvida.

É importante também ressaltar que o Storytelling ajuda naquela premissa que discutimos há duas semanas atrás de dar o melhor tratamento possível para os seus clientes. Uma abordagem que soa natural e que engaje as pessoas pela identificação já traz uma conexão muito grande com a empresa e, como diz o ditado popular, a primeira impressão é a que fica. Então um primeiro contato em que haja uma conexão entre as partes facilita muito o processo de desenvolver e manter um bom relacionamento ao longo do tempo.

Então coloque o que foi ensinado aqui em prática! Monte textos que sigam a lógica do Storytelling e veja como será a reação do seu público. Meça também o engajamento, a geração de leads e a concretização de vendas e vá aperfeiçoando o seu processo, a fim de tirar o maior proveito possível desta técnica! 

Fonte: #CSC
Compartilhe: